Como Funciona a Indenização DPVAT

Como Funciona a Indenização DPVAT

Infelizmente acidentes acontecem, esteja você preparado ou não, várias coisas podem ocorrer enquanto se dirige.

Advertisement

Até mesmo porque você não está sozinho na rua ou na estrada. Há outras pessoas conduzindo veículos leves, pesados, andando ou até mesmo animais cruzando a pista.

O fato é que quando algo de ruim acontece, danos são cometidos. Às vezes grandes ou às vezes pequenos.

Mas sempre com eles estão os prejuízos e assim o melhor mesmo é garantir algum jeito de se proteger.

Muitos estão amparados por excelentes apólices de seguros, que garantem cobertura tanto de danos no carro próprio, quanto de terceiros e na pista.

Advertisement

Outros já garantem segurança hospitalar e o melhor tratamento possível com atendimento imediato.

O fato é que mesmo para os que são menos prevenidos, ou pelo menos os que possuem menos recursos há a possibilidade de indenização do seguro obrigatório DPVAT.

Este é um seguro necessário para o licenciamento anual do carro e que indeniza pessoas que sofreram acidentes de trânsito.

Hoje você verá como se faz para receber o pagamento.

Como Funciona a Indenização DPVAT

Primeiramente é necessário saber se você está dentro do grupo que realmente pode receber a indenização. Infelizmente não é qualquer um que pode sair por aí reclamando o benefício.

Advertisement

Casos leves onde há só o dano do carro não são nem de perto contemplados por este tipo de seguro.

Para que você possa receber alguma indenização é necessário um dano físico em você ou na pessoa envolvida.

Normalmente para ser enquadrado é necessária invalidez total ou parcial permanente.

Também é indenizado quem acaba sofrendo óbito. O que gera a indenização para os familiares.

No caso de haver a necessidade de hospitalização particular há a cobertura de despesas médicas até um teto de valor.

Utilize o aplicativo

Para receber o dinheiro é necessário recolher a documentação necessária para comprovar o ocorrido e a necessidade da indenização.

Ou seja, no caso de despesa médica é necessário pagar primeiro para depois receber o valor de volta.

Os documentos irão depender do que aconteceu, mas já adianto que serão comprovantes fiscais do que foi gasto e declarações e laudos técnicos.

No caso de morte é necessário a declaração de óbito. Tudo isto deve ser previamente recolhido e arrumado, e então enviado pelo aplicativo do seguro obrigatório DPVAT.

Para acessar basta clicar no link: www.seguradoralider.com.br

Quais os valores para indenização

Este seguro possui tetos relativamente baixos se comparados ao mercado. Afinal de contas são mais para evitar situações e imprevistas.

Normalmente os gastos serão maiores em hospitais particulares em casos graves o que leva a maioria das pessoas para o SUS.

No caso de morte há a indenização mais alta que atualmente atinge o valor de R$ 13.500,00.

A invalidez permanente, total ou parcial, pode gerar uma indenização que varia do grau do problema. Ela vai de R$ 135,00 ao teto de R$ 13.500,00.

Já a indenização por despesas hospitalares, ou Reembolso de Despesas Médicas (DAMS), atinge o valor de no máximo R$ 2.700,00.

Você não deveria contar com esses valores para sobreviver, tente sempre ter outra carta na manga.

Qual o prazo para receber o dinheiro

A partir do momento em que é feito o pedido de análise o dinheiro cai em até 30 dias na conta da pessoa, seja ela corrente ou poupança.

O banco também é irrelevante. Mas vale dizer que a documentação pode ser considerada incorreta ou a situação pode ser considerada duvidosa.

Por isso é recomendado verificar constantemente a situação para saber se será necessário alguma correção.

Lembre-se, não é porque você fez o pedido que exatamente você terá a indenização.

Por outro lado vale a pena considerar que a taxa está por volta de 5 reais para carros comuns e nos veículos pesados está um pouco acima de 10 reais. Algo que não pesa no bolso de quem tem um carro.

Mas faz toda a diferença se você esquecer-se de pagar, afinal de contas não conseguirá fazer o licenciamento do seu carro.

Dirija de maneira segura

Nenhum seguro garante a sua segurança. Ainda mais com valores tão ínfimos que não garantirão seu futuro ou seu bem estar.

Sendo assim é necessário que você mantenha sua direção sempre de uma maneira responsável e segura.

Evite exageros e lembre-se de estar com seu seguro obrigatório pago em dia. Afinal de contas nem mesmo esta pequena indenização será paga se você não estiver com a taxa em atraso.

Contudo, se você gostou do artigo VOTE e em seguida COMPARTILHE.

Consulte também

Esse site usa cookies Ok Mais detalhes

Termos & Politica de Privacidade